O ENEM esquerdista feminista

Eu havia me prometido que se esta postagem no Facebook tivesse mais de 20 likes eu iria repostá-la no blog. Blogs são mais permanentes enquanto o Facebook mostra as postagens para quem o tio Zuck quiser. Assim, aqui está, mas com um pouco mais de discussão:

É triste que a discussão seja que defender valores humanistas é de esquerda e esquerda é ruim segundo os defensores da…

Posted by Rubens Pazza on Domingo, 25 de outubro de 2015

Tudo começou com uma celeuma criada por alguns ignorantes acerca de uma questão do ENEM. A questão é a seguinte:

enemsimone

Olha só como o ENEM está doutrinando as pessoas com o feminismo. Esta foi a discussão. Nas redes sociais foi suficiente para usarem até ad hominem contra Simone de Beauvoir. De nazista a pedófila, passando por tudo que você imagina. O fato é que tais “argumentos” não refutam as ideias dela como um todo, e em especial o trecho que foi selecionado. Se você não quiser fazer papel de idiota, simplesmente pare de difundir essas bobeiras.

Vamos à questão.

Em primeiro lugar, a questão não era sobre obrigar alguém a aceitar a visão de Simone de Beauvoir para respondê-la. Uma simples leitura do texto e das alternativas demonstra que o cidadão que estava fazendo a prova nem precisava ter tido contato com a filósofa e tampouco gostar das ideias dela. Bastava associar o texto do enunciado com as alternativas. Simplesmente mamão com açúcar! Não havia como errar, pois o texto do enunciado fala sobre diferenças de tratamento entre gêneros e apenas uma alternativa tocava neste assunto. Talvez a alternativa A desse alguma incerteza, mas a C é muito mais simples e coerente com o texto.

Em segundo lugar, a questão não pede que o leitor aceite ou concorde com o que ela escreveu. De modo que não está doutrinando ninguém. A questão não mente nem impõe um pensamento idealista errôneo. Simone de Beauvoir quer se queira quer não, contribuiu para o movimento social feminista.

Em terceiro lugar, o candidato do ENEM não precisava interpretar o texto inicial, de Simone. Mesmo assim, alguns espertos acham que precisam agora, nas redes sociais. Até surgir piadas (claro, pois refutar com argumentos é complicado, não?) e figurinhas afirmando que aprendeu no ENEM que ninguém nasce mulher, como a figura abaixo:

enemsimone1

Sério mesmo que você achou que Simone estava se referindo ao gênero biológico? Ou você que inventou isso só estava querendo fazer graça para parecer esperto?

Resumindo para você que ou é idiota ou se faz de idiota: Simone estava se referindo à forma como mulher é tratada na sociedade. Esta forma como ela é tratada não é intrínseco da biologia feminina como muitos pregam, inclusive, se apoiando em doutrinas religiosas. Esta forma é construída pela sociedade. Uma forma de tratamento geral que coloca as mulheres em um patamar abaixo dos homens e acima dos castrados (foi isso, imagino, que ela quis dizer com o “intermediário”). Isso demonstra que é algo que pode ser modificado, o que contribui com o movimento social feminista que ainda não conseguiu o que precisa para tornar a sociedade igualitária.

Você que está compartilhando estas imagens se sentindo ótimo por elas expressarem o que você sente, prova que não só não entende humanismo como não entende feminismo e sequer entende interpretação de texto.

Por fim, se você está compartilhando estas imagens pura e simplesmente porque historicamente a esquerda se preocupa com questões sociais e você é um antipetista anti-esquerda, anticomunista, só lamento por você. E torço para que seus filhos vivam num mundo diferente do que o que você quer, pelo bem deles.

Sou pai de duas meninas. Não estou criando seres inferiores a quem tem pênis.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.