Sobre o autor…

Sou bacharel em Ciências Biológicas formado pela UNIOESTE (1999), mestre em Biologia Celular pela UEM (2001) e doutor em Genética e Evolução pela UFSCar (2005).

Depois do doutorado trabalhei como professor na UNINOVE e fazendo pesquisa nas horas vagas no Laboratório de Ictiogenética da USP/SP.

Desde Agosto de 2007 sou professor da Universidade Federal de Viçosa, lotado no Campus Rio Paranaíba (CRP). Atualmente em nível Associado I. Participei do processo de implantação dos cursos de Ciências de Alimentos e Ciências Biológicas no campus Rio Paranaíba sendo brevemente coordenador dos cursos. De Agosto de 2010 a Junho de 2011 fui chefe do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde da UFV/CRP. Entre Junho de 2011 e Março de 2012 fui Diretor de Ensino do campus. De Maio de 2012 a Julho de 2014 fui coordenador do curso de Ciências Biológicas.

Oriento nos programas de pós graduação em Biologia Animal e Ecologia da UFV/Sede. Os alunos em geral cumprem créditos em Viçosa por um semestre e depois vêm para Rio Paranaíba para desenvolver a pesquisa no Laboratório de Genética Ecológica e Evolutiva.

Minha linha de pesquisa principal é em Genética Ecológica e Evolutiva, coordenando o laboratório com este nome no Campus de Rio Paranaíba da UFV. Em especial, trabalhamos com diversidade morfológica, genética e cariotípica de espécies e populações de peixes da região Neotropical, aplicando marcadores citogenéticos e moleculares, bem como sequenciamento de regiões de genoma nuclear e mitocondrial. Tais estudos fornecem embasamento para a compreensão de aspectos da citotaxonomia, filogenia e filogeografia de espécies e populações. Além disso estamos começando a trabalhar também com lagartos, ainda nesta linha.

Outra área de interesse é a divulgação científica. Para isso, desenvolvemos projetos como o jornal Folha Biológica, periódico de divulgação científica na área biológica; e Rock com Ciência, que é um podcast de divulgação científica.

Além disso gosto de ler, de escrever, de ouvir música e brincar de tocar guitarra. Sou casado e tenho duas filhas lindas.

O restante vai ser fácil descobrir lendo as postagens do blog.

14 thoughts on “Sobre o autor…

  1. Quero Saber disse:

    Olá Rubens, meu nome é Bruno. Apesar de ter descoberto seu site há pouco tempo, gostei muito do conteúdo, que aborda diversos temas de forma cética e sensata. Estava lendo alguns textos antigos que você escreveu sobre homeopatia ,que é uma prática cujas explicações conceituais (ou a falta delas) me levam a duvidar de sua eficácia. Fazendo uma pesquisa com os termos “homeopatia duplo-cego” no Google acadêmico e na Biblioteca Digital de teses da USP, acabei me deparando com um número espantoso de teses de mestrado e doutorado que concluem , baseadas em estudos duplo-cego, que a eficácia de certos medicamentos homeopáticos são superiores à placebos. Para o meu espanto, número de teses que confirmam a eficácia da homeopatia é superior ao número de teses que dizem o contrário nesses sites.
    Como não possuo formação superior, tive dificuldades em encontrar falhas conceituais nos métodos analíticos dessas teses. Minha pergunta é a seguinte: existe algum grande furo nos testes de duplo-cego realizados nessas teses (geralmente as primeiras encontradas nos sites que citei) ? Ficarei muito grato de puder me responder.
    Abraços.

    1. Rubens Pazza disse:

      Caro Bruno,

      Obrigado pela mensagem.

      É necessário avaliar cada um destes trabalhos. Para você mesmo ter uma noção se os trabalhos tiveram um experimento bem delineado, compare com o que escrevi neste ensaio: http://darwin.bio.br/dnacetico/?p=211. Se tiver algum em específico pode indicar que dou uma olhada, mas, antes, veja se o trabalho foi publicado em alguma revista científica.

      Abraço,
      Rubens.

  2. Edson disse:

    Achei em um site criacionista um post distorcendo um texto do senhor.

    o site é http://www.criacionismo.com.br/

    havia um link para um artigo em PDF no endereço abaixo:

    http://biociencia.org/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=160

    A partir do texto localizei o seu site

    O autor do site criacionista sempre distorce noticias científicas, acompanho ele a mais de um ano.
    Sempre a mesma ladainha…..

    Boa noite
    Edson

    1. rpazza disse:

      Caro Edson,

      Valeu pela dica. Isso acontece muito.

      Michelson é figurinha marcada. Já desisiti de discutir com ele há muito tempo pois tudo o que ele faz é distorcer.

      Vou escrever uma tréplica, mas esta semana tenho coisas mais urgentes a fazer. É deadline para submissão de trabalhos para o Congresso Brasileiro de Genética e temos uma penca de alunos querendo ir.

      Abraço,
      Rubens.

    2. Cícero R. P. disse:

      Caro Edson,
      Mas vc também acredita que amebas virem girafas, elefantes e GENTE! em algum tempo?
      E que dinossauros virem passarinhos? e que animais terrestres virem baleias??!! 😀 como prega a religião transformista darwinista??!!

      1. Rubens Pazza disse:

        Caro cícero, onde está escrito em artigos científicos ou livros texto de evolução que ameba vira girafa? Cuidado com os espantalhos! Esta supersimplificação que lhe ensinaram não corresponde com o que se sabe sobre o que é evolução.

        Antes de começar este tipo de discussão, primeiro responda francamente: o que é evolução? Vamos lá. Uma pergunta bem simples, com resposta rápida e direta, mas que diz muito sobre o que você acha que é evolução. Sem isso não é possível começar um diálogo.

        E lembre-se: religião tem dogmas e fé, que é crença sem evidências. Biologia evolutiva (não o que vocês chamam de darwinismo) não é isso.

        1. Cícero R. P. disse:

          Diga-me sr. Pazza,
          Se vc não acreditasse mais na evolução,… não necessariamente crendo no criacionismo ou DI, vc perderia o emprego ou seria desprezado e rejeitado por seus colegas??

          1. Rubens Pazza disse:

            Cícero, você não respondeu à minha pergunta. O que é evolução?

            Respondendo às suas, não tem como acreditar ou não em evolução. Se você soubesse responder à minha pergunta perceberia isso.

          2. Se você não acreditasse mais na gravidade, sairia voando??? 😛

          3. Cícero R. P. disse:

            Pazza,
            como vou responder uma pergunta de algo inexistente? que é pura especulação e fé!… pois até hoje não há nenhuma prova/evidência empírica científica com visível, evidente e acentuada transformação morfológica de um ser a caminho, em desenvolvimento, para outro ser DIFERENTE, nos fósseis ou vivos. (macroevolução).

            Mas adoram falar que ADAPTAÇÃO pela seleção natural, seria evolução!… Como nos famosos casos da E.Coli e Drosophila, sendo perfeitamente possível qualquer ser se adaptar,… mas as bactérias continuam e sempre serão bactérias e as moscas continuam e sempre serão moscas…
            A seleção natural pode ser capaz de explicar a sobrevivência de uma espécie, mas não consegue explicar o SURGIMENTO de uma espécie em novos clados verticais.

            Na verdade, há farto material demonstrando as insolúveis e crescentes lacunas dessa crença ideológica/filosófica/religiosa. Ex:
            http://www.asa3.org/ASA/PSCF/1996/PSCF9-96DeHaan.html#1

            No caso do Cristianismo, baseado na bíblia, lhe informo que há inúmeros eventos bíblicos confirmados hoje pela ciência, história e arqueologia.
            As evidências, razão e lógica são elementos fundamentais na construção da fé cristã.

            Rodrigo,
            A LEI Universal da Gravidade é plenamente demonstrável e testável empiricamente pelos métodos científicos, ao contrário da teoria (mitológica) da evolução.

          4. Rubens Pazza disse:

            Cícero, apenas criacionistas com mente muito fechada não aceitam (não é questão de acreditar ou não) nas evidências de evolução. São centenas de anos de estudos corroborando as ideias e aprimorando os modelos. Há tantos modelos testáveis que são inclusive utilizados na prática em medicina, agricultura, etc.

            Também há casos de demonstração de especiação e tudo o que você acha que não existe. Basta procurar.

            Me responda novamente, o que é evolução? Você realmente sabe o que é evolução? Pelo que você respondeu, você não sabe o que é ciência, pois acha que Lei e Teoria são caracteres hierárquicos. Leitura faz bem, use!

  3. rpazza disse:

    Encaminhado por email!

  4. Vania Ribeiro disse:

    “Humanos como um estudo de caso para evidencias de evolução”, certamente é um artigo muito interessante que gostaria de dividir com meus alunos. Pena que onde o encontrei está com um quadro que impede qeu seja impresso. O Senhor poderia envia-lo? Obrigada.
    Vania Ribeiro
    vania.rib@uol.com.br

    1. Rubens Pazza disse:

      Encaminhado por email. Espero que tenha recebido.

      Att
      Rubens.

Comments are closed.